sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Amor de verdade...

Há muito tempo atrás, um casal sem filhos, moravam em uma casinha humilde de madeira, tinham uma vida muito tranquila, alegre, e ambos se amavam muito. Eram felizes.

Até que um dia, aconteceu um acidente com a senhora. Ela estava trabalhando em sua casa quando começa a pegar fogo na cozinha e as chamas atingem todo o seu corpo. O esposo acorda assustado com os gritos e vai a sua procura, quando a vê coberta pelas chamas, imediatamente tenta ajudá-la. O fogo também atinge seus braços e, mesmo em chamas, ele consegue apagar o fogo.

Quando chegaram os bombeiros já não havia muito da casa, apenas uma parte, toda destruída.

Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo, onde foram internados em estado grave. Após algum tempo aquele senhor menos atingido pelo fogo saiu da UTI e foi ao encontro de sua amada. Ainda em seu leito a senhora toda queimada, pensava em não viver mais, pois estava toda deformada, queimara todo o seu rosto.

Chegando no quarto de sua senhora, ela foi falando:

- Tudo bem com você meu amor?

- Sim, respondeu ele, pena que o fogo atingiu os meus olhos e não posso mais enxergar, mas fique tranquila amor que sua beleza está gravada em meu coração para sempre. Então triste pelo esposo, a senhora disse-lhe:

Deus vendo tudo o que aconteceu a meu marido, tirou-lhe as vistas para que não presencia esta deformação em mim. As chamas queimaram todo o meu rosto e estou parecendo um monstro.

Passado algum tempo e recuperados, voltaram para uma nova casa, onde ela fazia tudo para o seu querido esposo, e ele todos os dias dizia-lhe o quanto a amava
.
E assim viveram vários anos até que a senhora veio a falecer.

No dia de seu enterro, quando todos se despediam, então veio aquele senhor sem seus óculos escuros e com sua bengala nas mãos, chegou perto do caixão, beijando o rosto e acariciando sua amada, disse em um tom apaixonante:

- Como você é linda meu amor, eu te amo muito.

Ouvindo e vendo aquela cena um amigo que esta ao lado perguntou se o que tinha acontecido era milagre e, olhando nos olhos dele, o velhinho apenas falou:

Nunca estive cego, apenas fingia, pois quando a vi toda queimada sabia que seria duro para ela continuar vivendo daquela maneira. Foram vinte anos vivendo muito felizes e apaixonados!!!

Na vida temos de provar que amamos!
Muitas vezes de uma forma difícil
E, para sermos felizes,
temos de fechar os olhos para muitas coisa,
mas o importante é que se faça única e
intensamente com AMOR!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Frase

- O amor supera tudo?
- Sim, mas apenas quando é verdadeiro!!!

Eu mesmo.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Música: Eu preciso te esquecer

O momento exato de esquecer é quando a dor se torna insuportável.


Eu Preciso Te Esquecer

Cláudia Telles

Tudo se perdeu
Foi tudo em vão
Da vida que eu pensei
De um sonho a dois

No meu peito uma saudade
Veio sem querer
E as coisas que são tuas
Eu não posso esquecer

Tanto tempo
Eu tive pra dizer
Que tudo que eu te fiz
Foi sem querer

Já não tem por que chorar
Se eu sei que te perdi
E a mágoa que você deixou
Só faz eu te dizer agora

(2x):
Eu preciso te esquecer
E ter que seguir
Sem pensar em você
Uh, uh, uh

**************************************************

Eu Preciso te Esquecer
Sampa Crew

Nem que eu falasse todas as palavras
Iria expressar a saudade
E nada que aconteça me distrai
Conversar com os amigos
Fazer que tanto faz
O momento que você propôs
Que fosse terminar o nosso sonho a dois
De repente nem sei como aconteceu
Tudo se acabou, tudo se perdeu
Preciso ser mais forte e me conformar
Eu sei será difícil
Mas devo tentar

Eu preciso te esquecer
E ter que seguir sem pensar
Em você huuuu...
Eu preciso te esquecer
E ter que seguir
Sem pensar em você huuuu...

Na areia da praia
Ainda posso ver
As pegadas de um passeio só eu e você
Que se foi como as folhas no outono
Me deixando assim sozinho meio tonto e coração
Ficou triste por um sonho do passado
Que se viu no presente despertado
Se o destino decidiu
Te levar de mim
É porque pra nós dois, será melhor assim
Preciso ser mais forte e me conformar
Sei será difícil
Mas devo tentar

Eu preciso te esquecer
E ter que seguir sem pensar
Em você huuuu...
Eu preciso te esquecer
E ter que seguir
Sem pensar em você huuuu...

Cora Coralina

Não sei se a vida é curta ou longa para nós,
mas sei que nada do que vivemos tem sentido,
se não tocarmos o coração das pessoas.


Muitas vezes basta ser:
colo que acolhe,
braço que envolve,
palavra que conforta,
silêncio que respeita,
alegria que contagia,
lágrima que corre,
olhar que acaricia,
desejo que sacia,
amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja
intensa,
verdadeira,
pura
enquanto durar.

Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.

Pensamentos

Alguns gostam, outros não,
não podemos agradar a todos, isso é fato.
Então o melhor que faço
é fazer o possível para agradar a mim...

Autor: Eu mesmo.

Tristeza

Tristeza:

É ter que rir quando se quer chorar;
É ter que ir quando se quer ficar;
É receber um não quando se espera um sim;
É antes de tudo ter que odiar quando se quer amar...

Não achei o autor.

sábado, 15 de outubro de 2011

Dia dos professores

Um feliz dia dos professores a todos!!!

Frase

Sou daquelas almas que as mulheres dizem que amam, e nunca reconhecem quando encontram, daquelas que, se elas as reconhecessem, mesmo assim não as reconheceriam.

Sofro a delicadeza dos meus sentimentos com uma atenção desdenhosa.

Tenho todas as qualidades, pelas quais são admirados os poetas românticos, mesmo aquela falta dessas qualidades, pela qual se é realmente poeta romântico.

Encontro-me descrito (em parte) em vários romances como protagonista de vários enredos; mas o essencial da minha vida, como da minha alma, é não ser nunca protagonista.

Fernando Pessoa.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Frases

Não diga ao mundo o que é capaz de fazer: prove-o. Napoleão Hill

Volte atrás sim! Com o erro não há compromisso. Juscelino Kubistchek.

Você quer ser feliz por um instante? Vingue-se! Você quer ser feliz para sempre? Perdoe! Tertuliano.

Sempre que você se encontra do lado da maioria , é tempo de parar e refletir. Mark Twain.

Se você pretende mudar alguém que o aborrece demais, analise antes se não é mais fácil você mudar sua postura em relação ao aborrecimento. Principalmente se o que você quer é mudar uma outra pessoa, pois seus esforços, ainda que bem intencionados, só lhe provocarão estresse e mais aborrecimentos. A aceitação é o melhor método para iniciar uma transformação.  Alexandre Pelegi e Irineu Toledo.

Liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela. Bernard Shaw.

O que você fizer hoje é muito importante: porque você está trocando um dia da sua vida por isso. G. Herbert.

Todos vivemos sob o mesmo céu, mas nem todos vêem o mesmo horizonte. K. Adenauer.

Não deixe suas idéias envelhecerem. Monte um plano de ação e comece a fazer algo.

As pessoas não são contra você. Apenas são a favor delas. Gene Fowler.

A vida de uma pessoa não é o que lhe aconteceu, mas o que ela recorda e como o recorda... Gabriel Garcia Marques.

Os ausentes nunca têm razão.

Não são os grandes planos que dão certo; são os pequenos detalhes. Stephen Kanitz.

Você só terá alegria se a repartir. A felicidade nasceu gêmea. Lord Byron.

Não se comprometa. Você é tudo o que você tem. Janis Joplin.

É melhor não substituir os cavalos enquanto estiver cruzando o rio. Abraham Lincoln.

Meu pai não me disse como viver; ele viveu e deixou-me observá-lo. Clarence Buddington Kelland.

Ninguém comete erro maior do que não fazer nada porque só pode fazer pouco. Edmundo Burke.

Em vez de esperar que alguém lhe traga flores, por que não plantar o seu próprio jardim?

Entregue-se a tudo quanto fizer. É divertido ser sério. Wynton Marsalis.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

O que me importa - Marisa Monte

As vezes, a gente espera... espera... espera...
Pensa... pensa... pensa...
E quando resolve se decidir já é tarde demais...



O que me importa
Seu carinho agora
Se é muito tarde
Para amar você...

O que me importa
Se você me adora
Se já não há razão
Prá lhe querer...

O que me importa
Ver você sofrer assim
Se quando eu lhe quis
Você nem mesmo soube dar
Amor!...

O que me importa
Ver você chorando
Se tantas vezes
Eu chorei também...

O que me importa
Sua voz chamando
Se prá você jamais
Eu fui alguém...

O que me importa
Essa tristeza em seu olhar
Se o meu olhar tem mais
Tristezas prá chorar
Que o seu!...

O que me importa
Ver você tão triste
Se triste fui
E você nem ligou...

O que me importa
Seu carinho agora
Se para mim
A vida terminou
Terminou! oh! oh! oh!
Terminou! oh! oh! oh!
Oh! oh! oh!...

domingo, 2 de outubro de 2011

Frase

Muitas vezes a vida não nos cobra respostas, somente reflexões...

Se puder sem medo - Oswaldo Montenegro

Só quem já passou por situações em que a vida insiste em descobrir do que somos feitos é que pode entender a dor que isso causa em nossa alma....




Deixa em cima desta mesa a foto que eu gostava

Pr'eu pensar que o teu sorriso envelheceu comigo

Deixa eu ter a tua mão mais uma vez na minha

Pra que eu fotografe assim meu verdadeiro abrigo

Deixa a luz do quarto acesa a porta entreaberta

O lençol amarrotado mesmo que vazio

Deixa a toalha na mesa e a comida pronta

Só na minha voz não mexa eu mesmo silencio

Deixa o coração falar o que eu calei um dia

Deixa a casa sem barulho achando que ainda é cedo

Deixa o nosso amor morrer sem graça e sem poesia

Deixa tudo como está e se puder, sem medo

Deixa tudo que lembrar eu finjo que esqueço

Deixa e quando não voltar eu finjo que não importa

Deixa eu ver se me recordo uma frase de efeito

Pra dizer te vendo ir fechando atrás da porta

Deixa o que não for urgente que eu ainda preciso

Deixa o meu olhar doente pousado na mesa

Deixa ali teu endereço qualquer coisa aviso

Deixa o que fingiu levar mas deixou de surpresa

Deixa eu chorar como nunca fui capaz contigo

Deixa eu enfrentar a insônia como gente grande

Deixa ao menos uma vez eu fingir que consigo

Se o adeus demora a dor no coração se expande

Deixa o disco na vitrola pr'eu pensar que é festa

Deixa a gaveta trancada pr'eu não ver tua ausência

Deixa a minha insanidade é tudo que me resta

Deixa eu por à prova toda minha resistência

Deixa eu confessar meu medo do claro e do escuro

Deixa eu contar que era farsa minha voz tranqüila

Deixa pendurada a calça de brim desbotado

Que como esse nosso amor ao menor vento oscila

Deixa eu sonhar que você não tem nenhuma pressa

Deixa um último recado na casa vizinha

Deixa de sofisma e vamos ao que interessa

Deixa a dor que eu lhe causei agora é toda minha

Deixa tudo que eu não disse mas você sabia

Deixa o que você calou e eu tanto precisava

Deixa o que era inexistente mas eu pensei que havia


Deixa tudo o que eu pedia mas pensei que dava.

domingo, 25 de setembro de 2011

Frase

Cães amam seus amigos e mordem seus inimigos, bem diferentes das pessoas, que são incapazes de sentir amor puro e têm sempre que misturar amor e ódio em suas relações.... Sigmund Freud.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Cronica do Amor - Arnaldo Jabor

Crônica do amor


Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário.

Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?

Não pergunte pra mim você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

-------------------------------------------

"O contrário do amor não é o ódio, é a indiferença"....

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Martha Medeiros - Vingança

Mais um texto do blog: http://martheando.blogspot.com/


Muitas frases espirituosas já foram escritas a respeito de vingança. Gosto de uma que diz: “Contra quem lhe tomou sua esposa, não existe vingança melhor do que o infeliz ficar com ela pra sempre”. Vale para ambos os sexos, acrescento.


A vingança é uma atitude de mau humor, e o mau humor pode ser risível. Eu, ao menos, acho engraçado que alguém perca tempo se dedicando a se vingar do que quer que seja, deixando claro o quanto se sentiu ofendido. Há vingança melhor do que não dar a mínima?

Mas, para a maioria das pessoas, é difícil ficar indiferente diante de uma situação que, a priori, causou prejuízo. Até o Velho Testamento cita o “olho por olho” como forma de sanar o dano causado. Toma lá, dá cá. Aqui se faz, aqui se paga. Ok, mas me parece um desperdício de energia.

Não chego ao cúmulo de oferecer a outra face, que isso é coisa pra santo. Perdoo, mas me blindo. Se aprontou uma vez, aprontará outra. Fico na minha, me fortaleço e trato de viver cada dia melhor – nada irrita mais nossos inimigos.

Pesquisas indicam que as mulheres são mais vingativas do que os homens, o que nos faz descer alguns degraus, sustentando a teoria do sexo frágil. Transar com outro, sem estar a fim, só porque fomos traídas? Roubar o namorado da amiga porque ela ficou com nosso emprego? Espalhar boatos pela internet porque alguém foi desleal? É a confirmação da nossa pequeneza, que passa a se igualar à pequeneza de quem falhou conosco.

A iraniana Ameneh Bahrami, que no último domingo perdoou o homem que lhe jogou ácido no rosto, cegando-a, declarou que a clemência lhe fez bem. Ela o salvou minutos antes de ele próprio ter os olhos corroídos por ácido num hospital de Teerã. O médico já estava com o material na mão para consumar a vingança (autorizada pelas leis islâmicas). O agressor estava de joelhos, aos prantos, aguardando o pior, quando chegou o telefonema com o perdão da vítima.

Por que Ameneh desistiu de pagar na mesma moeda? Sei lá, talvez porque não foi um filho dela que o maluco cegou (mexam com nossas crias e bye bye superioridade), mas o mais provável é que o mal nunca tenha feito parte da sua natureza. Ela não quis ser como ele.

Dizem que se vingar dá uma sensação agradável, que a vingança é doce, traz consolo, segurança, que há até um componente erótico em sua consumação. Estão aí os defensores da pena de morte para confirmar o júbilo que a vingança provoca. Eu sigo achando que lutar por justiça é um dever, mas se vingar é tosco. Só é aceitável quando o destino é que se vinga por nós, sem que a gente suje as mãos. Há que se confiar na providência divina.

Já a vingança arquitetada é a infantilidade usando salto alto e batom, fingindo-se de gente grande.

Jornal Zero Hora, 03 de agosto de 2011.

Martha Medeiros - Amputações

Do blog: http://martheando.blogspot.com/
Quando o filme 127 Horas estreou no cinema, resisti à tentação de assisti-lo. Achei que a cena da amputação do braço, filmada com extremo realismo, não faria bem para meu estômago. Mas agora que saiu em DVD, corri para a locadora. Em casa eu estaria livre de dar vexame.

Quando a famosa cena se iniciasse, bastaria dar um passeio até a cozinha, tomar um copo d´água, conferir as mensagens no celular, e então voltar para a frente da TV quando a desgraceira estivesse consumada. Foi o que fiz.

O corte, o tão famigerado corte, no entanto, faz parte da solução, não do problema. São cinco minutos de racionalidade, bravura e dor extremas, mas é também um ato de libertação, a verdadeira parte feliz do filme, ainda que tenhamos dificuldade de aceitar que a felicidade pode ser dolorosa. É muito improvável que o que aconteceu com o Aron Ralston da vida real (interpretado no filme por James Franco) aconteça conosco também, e daquele jeito.

Mas, metaforicamente, alguns homens e mulheres conhecem a experiência de ficar com um pedaço de si aprisionado, imóvel, apodrecendo, impedindo a continuidade da vida. Muitos tiveram a sua grande rocha para mover e, não conseguindo movê-la, foram obrigados a uma amputação dramática, porém necessária.

Sim, estamos falando de amores paralisantes, mas também de profissões que não deram retorno, de laços familiares que tivemos de romper, de raízes que resolvemos abandonar, cidades que deixamos. De tudo que é nosso, mas que teve que deixar de ser, na marra, em troca da nossa sobrevivência emocional. E física, também, já que insatisfação é algo que debilita.

Depois que vi o filme, passei a olhar para pessoas desconhecidas me perguntando: qual será a parte que lhes falta? Não o “Pedaço de Mim” da música do Chico Buarque, aquela do filho que já partiu, mutilação mais arrasadora que há, mas as mutilações escolhidas, o toco de braço que tiveram que deixar para trás a fim de começarem uma nova vida.

Se eu juntasse alguns transeuntes, aleatoriamente, duvido que encontrasse um que afirmasse: cheguei até aqui sem nenhuma amputação autoprovocada. Será? Talvez seja um sortudo. Mas é mais provável que tenha faltado coragem.

Às vezes o músculo está estendido, espichado, no limite: há um único nervo que nos mantém presos a algo que não nos serve mais, porém ainda nos pertence. Fazer o talho sangra. Machuca. Dói de dar vertigem, de fazer desmaiar. E dói mais ainda porque se sabe que é irreversível. A partir dali, a vida recomeçará com uma ausência.

Mas é isso ou morrer aprisionado por uma pedra que não vai se mover sozinha. O tempo não vai mudar a situação. Ninguém vai aparecer para salvá-lo. 127 horas, 2.300 horas, 6.450 horas, 22.500 horas que se transformam em anos.

Cada um tem um cânion pelo qual se sente atraído. E um cânion do qual é preciso escapar.

Jornal Zero Hora, 31 de julho de 2011.

terça-feira, 26 de julho de 2011

O Menestrel - Shakespeare

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.

Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.

E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la…

E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.

E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.

E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…

Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.

Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.

Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.

Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.

Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens…

Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém…

Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.

Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.

Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar. Willian Shakespeare.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Três tipos de pessoas e a felicidade.

Você terá três tipos de pessoa na sua vida:

UM AMIGO - Aquela pessoa por quem você terá sempre uma grande estima, e com quem você sabe que poderá contar sempre; que bastará você insinuar que esta precisando de ajuda e a ajuda já estará sendo dada...

UMA AMANTE - Aquela pessoa que faz o seu coração pulsar; que fará com que você flutue e mais nada importará quando vocês estiverem juntos...

UMA PAIXÃO - Aquela pessoa que você amará, desejará incondicionalmente, às vezes nem lhe importando se ela lhe quer ou não, e talvez ela nem fique sabendo disso...

Agora, se você conseguir reunir essas três pessoas numa só - pode ter certeza que você encontrou a felicidade. (Augusto Schimanski - 1928/1973).

O que não é amor

Há muito tempo recebi um email que dizia: "O que não é amor", encontrei ele, não sei se é de autoria de alguém, se for é só pedir que credito. Segue abaixo:

Se você precisa de alguém para ser feliz, isso não é amor: É CARÊNCIA.

Se você tem ciúme, insegurança e faz qualquer coisa para conservar alguém ao seu lado, mesmo sabendo que não é amado, isso não é amor: É FALTA DE AMOR PRÓPRIO.

Se você acredita que sua vida fica vazia sem essa pessoa; não consegue se imaginar sozinho e mantém um relacionamento que já acabou só porque não tem vida própria e que você existe em função do outro, isso não é amor É DEPENDÊNCIA!

Se você acha que o ser amado lhe pertence; sente-se dono(a) e senhor(a) de sua vida e de seu corpo; não lhe dá o direito de se expressar, de ter escolhas, só para afirmar seu domínio, isso não é amor: É EGOÍSMO.

Se você não sente desejo; não se realiza sexualmente; prefere nem ter relações sexuais com essa pessoa, porém sente algum prazer em estar ao lado dela, isso não é amor: É AMIZADE.

Se vocês discutem por qualquer motivo; morrem de ciúmes um do outro e brigam por qualquer coisa; nem sempre fazem os mesmos planos; discordam em diversas situações; não gostam de fazer as mesmas coisas ou ir aos mesmos lugares, mas sexualmente combinam perfeitamente, isso não é amor: É DESEJO.

Se seu coração palpita mais forte; o suor torna-se intenso; sua temperatura sobe e desce vertiginosamente, apenas em pensar na outra pessoa, isso não é amor: É PAIXÃO.

Agora, sabendo o que não é o amor, fica um pouco mais fácil tentar definir o AMOR.

A convivência faz com que o tempo transforme o que é AMOR em ETERNIDADE, e o que NÃO É AMOR em ÓDIO!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Tênis X Frescobol: relacionamentos por Rubem Alves

Depois de um longo e tenebroso inverno volto a postar algo aqui no blog. Lendo o livro "O que a vida me ensinou" de Mario Sergio Cortella deparei-me com um texto resumido de Rubem Alves. Google nele e encontrei o que segue abaixo no site do autor:

Depois de muito meditar sobre o assunto concluí que os casamentos são de dois tipos: há os casamentos do tipo tênis e há os casamentos do tipo frescobol. Os casamentos do tipo tênis são uma fonte de raiva e ressentimentos e terminam sempre mal. Os casamentos do tipo frescobol são uma fonte de alegria e têm a chance de ter vida longa.

Explico-me. Para começar, uma afirmação de Nietzsche, com a qual concordo inteiramente. Dizia ele: ‘Ao pensar sobre a possibilidade do casamento cada um deveria se fazer a seguinte pergunta: ‘Você crê que seria capaz de conversar com prazer com esta pessoa até a sua velhice?\' Tudo o mais no casamento é transitório, mas as relações que desafiam o tempo são aquelas construídas sobre a arte de conversar.’

Xerazade sabia disso. Sabia que os casamentos baseados nos prazeres da cama são sempre decapitados pela manhã, terminam em separação, pois os prazeres do sexo se esgotam rapidamente, terminam na morte, como no filme O império dos sentidos. Por isso, quando o sexo já estava morto na cama, e o amor não mais se podia dizer através dele, ela o ressuscitava pela magia da palavra: começava uma longa conversa, conversa sem fim, que deveria durar mil e uma noites. O sultão se calava e escutava as suas palavras como se fossem música. A música dos sons ou da palavra - é a sexualidade sob a forma da eternidade: é o amor que ressuscita sempre, depois de morrer. Há os carinhos que se fazem com o corpo e há os carinhos que se fazem com as palavras. E contrariamente ao que pensam os amantes inexperientes, fazer carinho com as palavras não é ficar repetindo o tempo todo: ‘Eu te amo, eu te amo...’ Barthes advertia: ‘Passada a primeira confissão, ‘eu te amo\' não quer dizer mais nada.’ É na conversa que o nosso verdadeiro corpo se mostra, não em sua nudez anatômica, mas em sua nudez poética. Recordo a sabedoria de Adélia Prado: ‘Erótica é a alma.’

O tênis é um jogo feroz. O seu objetivo é derrotar o adversário. E a sua derrota se revela no seu erro: o outro foi incapaz de devolver a bola. Joga-se tênis para fazer o outro errar. O bom jogador é aquele que tem a exata noção do ponto fraco do seu adversário, e é justamente para aí que ele vai dirigir a sua cortada - palavra muito sugestiva, que indica o seu objetivo sádico, que é o de cortar, interromper, derrotar. O prazer do tênis se encontra, portanto, justamente no momento em que o jogo não pode mais continuar porque o adversário foi colocado fora de jogo. Termina sempre com a alegria de um e a tristeza de outro.

O frescobol se parece muito com o tênis: dois jogadores, duas raquetes e uma bola. Só que, para o jogo ser bom, é preciso que nenhum dos dois perca. Se a bola veio meio torta, a gente sabe que não foi de propósito e faz o maior esforço do mundo para devolvê-la gostosa, no lugar certo, para que o outro possa pegá-la. Não existe adversário porque não há ninguém a ser derrotado. Aqui ou os dois ganham ou ninguém ganha. E ninguém fica feliz quando o outro erra - pois o que se deseja é que ninguém erre. O erro de um, no frescobol, é como ejaculação precoce: um acidente lamentável que não deveria ter acontecido, pois o gostoso mesmo é aquele ir e vir, ir e vir, ir e vir... E o que errou pede desculpas; e o que provocou o erro se sente culpado. Mas não tem importância: começa-se de novo este delicioso jogo em que ninguém marca pontos...

A bola: são as nossas fantasias, irrealidades, sonhos sob a forma de palavras. Conversar é ficar batendo sonho pra lá, sonho pra cá...

Mas há casais que jogam com os sonhos como se jogassem tênis. Ficam à espera do momento certo para a cortada. Camus anotava no seu diário pequenos fragmentos para os livros que pretendia escrever. Um deles, que se encontra nos Primeiros cadernos, é sobre este jogo de tênis:
‘Cena: o marido, a mulher, a galeria. O primeiro tem valor e gosta de brilhar. A segunda guarda silêncio, mas, com pequenas frases secas, destrói todos os propósitos do caro esposo. Desta forma marca constantemente a sua superioridade. O outro domina-se, mas sofre uma humilhação e é assim que nasce o ódio. Exemplo: com um sorriso: ‘Não se faça mais estúpido do que é, meu amigo\'. A galeria torce e sorri pouco à vontade. Ele cora, aproxima-se dela, beija-lhe a mão suspirando: ‘Tens razão, minha querida\'. A situação está salva e o ódio vai aumentando.’

Tênis é assim: recebe-se o sonho do outro para destruí-lo, arrebentá-lo, como bolha de sabão... O que se busca é ter razão e o que se ganha é o distanciamento. Aqui, quem ganha sempre perde.

Já no frescobol é diferente: o sonho do outro é um brinquedo que deve ser preservado, pois se sabe que, se é sonho, é coisa delicada, do coração. O bom ouvinte é aquele que, ao falar, abre espaços para que as bolhas de sabão do outro voem livres. Bola vai, bola vem - cresce o amor... Ninguém ganha para que os dois ganhem. E se deseja então que o outro viva sempre, eternamente, para que o jogo nunca tenha fim...(O retorno e terno, p. 51.).....

Do site: http://www.rubemalves.com.br/tenisfrescobol.htm

Como andam seus relacionamentos? Tênis ou Frescobol?

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Poema de Amizade

Perguntei a um sábio, a diferença que havia entre amor e amizade, ele me disse essa verdade...

O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.

O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.

No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.

O Amor é plantado
e com carinho cultivado,

a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.

Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.

Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.

William Shakespeare

terça-feira, 10 de maio de 2011

O Tempo

O TEMPO é o presente mais precioso que temos porque é LIMITADO.

Quando dedicamos tempo a uma pessoa, estamos oferecendo uma porção de nossa vida que NUNCA poderemos recuperar.

Nosso tempo é nossa vida.

E o melhor presente que podes oferecer a alguém é teu tempo.

Simplesmente Mandela....

Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados.

Nosso medo mais profundo é que somos poderosos além de qualquer medida.

É a nossa Luz, e não as nossas trevas, que nos apavora.

Nós nos perguntamos: quem sou eu para ser brilhante, maravilhoso, talentoso, fabuloso?

Na realidade, quem é você para não ser?

Você é filho do Universo. Fazer-se pequeno não ajuda o mundo.

Não há iluminação em se encolher, para que os outros não se sintam inseguros quando estão perto de você.

Nascemos para manifestar a glória do Universo que está dentro de nós.

Ela não está apenas em um de nós, mas em todos nós.

E conforme deixamos a nossa Luz brilhar, damos inconscientemente permissão para os outros fazerem o mesmo.

E conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença automaticamente libera os outros.

Nelson Mandela.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Fernando Pessoa

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.

Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.

Se achar que precisa voltar, volte!

Se perceber que precisa seguir, siga!

Se estiver tudo errado, comece novamente.

Se estiver tudo certo, continue.

Se sentir saudades, mate-a.

Se perder um amor, não se perca!

Se o achar, segure-o! (Fernando Pessoa).

domingo, 8 de maio de 2011

Simples ou complicado?!

O amor é complicado,
Exige que nós nos entreguemos ao outro por inteiro, sem medos ou inseguranças.

O amor é simples,
Só precisamos nos entregar ao outro por inteiro, sem medos ou inseguranças.


   Amar é complicado,
   Pode um dia nos fazer sofrer, trazendo a tristeza… não vale a pena.

   Amar é simples,
   Se um dia me fizer sofrer, me trouxe muitas alegrias… valeu a pena.


É complicado,
Fazer tudo pelo outro sem ter a certeza que receberá algo em troca.

É simples,
Fazer tudo pelo outro tendo a certeza que receberá algo em troca.

   Amar é complicado,
   Depende de nós.

   Amar é simples,
   Depende de mim.

Complicado é
Amar por obrigação…

Simples é
Amar por amor…

Fábio C. Rodrigues

Mais algumas frases!!

O problema maior é amar quem não nos ama...

Imagine que você possa sair do seu corpo, ligar o piloto automático e observar-se lá de cima. Gostaria do que está vendo? Gostaria do que está fazendo com você? Não, então chegou a hora de mudar, vai chover, vai secar, serão águas passadas…
Não deixe que a tristeza do passado e o medo do futuro estraguem alegria do presente.

O verdadeiro amigo não é aquele que nos alegra com mentiras, mas que nos 'ofende' com as verdades.

Num mundo onde ha pouca justiça é perigoso ter razão.

A grandeza do Homem está em não se cansar de lutar pelo bem.

O amuleto do amor é o beijo.

Que você possa ter a percepção necessária para saber onde esteve, a visão necessária para saber para onde vai e o discernimento necessário para saber quando esta indo longe demais.

A maior felicidade que podemos ter na vida é a certeza de sermos amados, apesar de sermos como somos.

Um carinho não consola, mas apenas alivia (Nenhum de Nós)

Feliz aquele que sabe dizer sim a vida, mesmo quando esta lhe diz não.

Amor é dar um pouco de nós aos outros.

Muitas pessoas perdem as pequenas alegrias, enquanto esperam pela grande felicidade.

A vida é como um jogo de xadrez, onde cada jogada mal estudada pode ser um xeque-mate a nossa felicidade.

Sabemos o que somos, mas não o que podemos ser.

Às vezes e preciso imaginar o pior para darmos valor as coisas, enquanto as temos.

Silêncio no Afeto - Oswaldo Montenegro

Você que amei mas não amo

Saiba que a vida é assim

Já te chamei, e hoje chamo

Tudo o que passa por mim

De louco passado ou engano

Seja o que for é normal

Tá tudo certo, silêncio no afeto

O poeta canta o final

Você que foi minha amiga

E hoje nem lembra de mim

Nosso segredo não diga

São o que sobra no fim

Não sobra o que foi ciúme

Não sobra o que foi paixão

Tá tudo certo, silêncio no afeto

São pausas da nossa canção

Entrega pra outra pessoa

O amor que eu lhe dei (ele é seu)

Entrega que a vida ainda é boa

E nada que passa morreu

Desenha em alguém a pessoa

Que eu desenhei em você

Desenha e não jura

Paixão nunca dura

Valeu amiga, a gente se vê.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Mudar ou não mudar eis a questão?

Nós, seres humanos, necessitamos mudar. Mudar de idéia, de carro, de roupas, de estilo, de emprego, de cônjuge, de casa.. Para alguns a mudança é cercada de alegrias, seja pelas novidades ou pelo desafio; já para outros é cheia de medos e preocupações, uns pelo desconhecido, outros pelo receio de que tudo seja bem pior do que já está após a mudança.


Algumas mudanças são forçadas, outras planejadas, mas a grande maioria delas é protelada… Como está escrito no post anterior: “Quem quer fazer alguma coisa, encontra um MEIO... Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa!”. Pela quantidade de reclamações que escutamos diariamente das pessoas, elas deveriam mudar muito mais, deveriam mudar tudo, todo dia, toda hora, a cada segundo, sem desculpas.

Vejamos. A maioria de nós vive estressado, reclamamos de tudo, somos sedentários, nos alimentamos mal, estamos fora do peso e descontentes com o trabalho, com os políticos, com o vizinho, com o marido, com a mulher, com os filhos, com os amigos que só ligam para nos pedir as coisas, com a saúde, com a educação, ficamos indignados com a desigualdade social, ganhamos mal, trabalhamos muito, enfim, estamos descontente com o mundo em que vivemos.

Mas, o que é o mundo em que vivemos se não o mundo que nós criamos. Esse é o nosso mundo, pois, podemos mudá-lo a qualquer hora. O grande problema é que queremos a mudança, sonhamos com ela, sabemos que precisamos dela, mas não queremos ser o agente dessa mudança, nos acomodamos. Fica aquela sensação de: seria tão bom se alguém fizesse algo a respeito?

Só existe uma pessoa capaz de fazer com que o “seu mundo” se torne melhor e, felizmente, essa pessoa é você. Você tem nas mãos o poder de mudar o seu próprio mundo, não o mundo todo ou de todos, mas o seu próprio mundo. "Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir a sua própria felicidade".

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Um Meio ou uma Desculpa

Recebi por email de um amigo da pós e publico aqui, diz no email (e algumas buscas no Google não desmentiram) que o texto é de ROBERT SHINYASHIKI) e achei excelente, segue:

Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes.

Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo.Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.


O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem, mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados.Não se compare à maioria, pois, infelizmente ela não é modelo de sucesso.

Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas.

Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão.

Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.

A realização de um sonho depende de dedicação, há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está, em verdade a ilusão é combustível dos perdedores, pois...

Quem quer fazer alguma coisa, encontra um MEIO...
Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Coisas que a vida ensina depois dos 40 - Arthur da Távola

Amor não se implora, não se pede, não se espera... Amor se vive, ou não.

Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.

Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.

As pessoas que falam dos outros para você, vão falar de você para os outros.

Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.

Deus inventou o choro para o homem não explodir.

Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.

Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

Amigos de verdade nunca te abandonam.

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

Há poesia em toda a criação divina.

Deus é o maior poeta de todos os tempos.

A música é a sobremesa da vida.

Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.

De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.

Obrigado, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor.

O amor... Ah, o amor...

O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças...

Não há vida decente sem amor!

E é certo, quem ama, é muito amado.

E vive a vida mais alegremente...

Arthur da Távola

Só o amor não basta - Arthur da Távola

Aos que não casaram,

Aos que vão casar,
Aos que acabaram de casar,
Aos que pensam em se separar,
Aos que acabaram de se separar.
Aos que pensam em voltar...

Não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos de saudades, quatro de ódio, seis espécies de inveja. O amor é único, como qualquer sentimento, seja ele destinado a familiares, ao cônjuge ou a Deus.


A diferença é que, como entre marido e mulher não há laços de sangue, a sedução tem que ser ininterrupta...

Por não haver nenhuma garantia de durabilidade, qualquer alteração no tom de voz nos fragiliza, e de cobrança em cobrança, acabamos por sepultar uma relação que poderia ser eterna

Casaram.
Te amo pra lá, te amo pra cá. Lindo, mas insustentável.
O sucesso de um casamento exige mais do que declarações românticas.

Entre duas pessoas que resolvem dividir o mesmo teto, tem que haver muito mais do que amor, e às vezes, nem necessita de um amor tão intenso. É preciso que haja, antes de mais nada, respeito. Agressões zero.

Disposição para ouvir argumentos alheios. Alguma paciência... Amor só, não basta. Não pode haver competição. Nem comparações. Tem que ter jogo de cintura, para acatar regras que não foram previamente combinadas. Tem que haver bom humor para os imprevistos, acessos de carência, infantilidades (que não tem idade determinada). Tem que saber levar.

Amar só é pouco. Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas, contas para pagar. Tem que ter disciplina para educar filhos, dar exemplo, não gritar. Tem que ter um bom psiquiatra. Não adianta, apenas, amar.

Entre casais que se unem , visando à longevidade do matrimônio, tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida própria, um tempo pra cada um. Tem que haver confiança. Certa camaradagem, às vezes fingir que não viu, fazer de conta que não escutou. É preciso entender que união não significa, necessariamente, fusão. E que amar "solamente", não basta.

Entre homens e mulheres que acham que o amor é só poesia, tem que haver discernimento, pé no chão, racionalidade. Tem que saber que o amor pode ser bom pode durar para sempre, mas que sozinho não dá conta do recado.

O amor é grande, mas não são dois. Tem que saber se aquele amor faz bem ou não, se não fizer bem, não é amor. É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência. O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se basta.

Um bom Amor aos que já têm! Um bom encontro aos que procuram! E felicidades a todos nós!

Artur da Távola

Será que Deus é culpado?

Recebi este e-mail e não sei se é verdadeiro, mas independente de ser ou não verdade é bastante interessante, vale a pena pensar nisso com cuidado:

"SERÁ QUE DEUS É CULPADO ?


Finalmente a verdade é dita na TV Americana.

A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e Jane Clayson perguntou a ela:

Como é que Deus teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro?


Anne Graham deu uma resposta profunda e sábia:

Eu creio que Deus ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós.

Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas.

Sendo um cavalheiro como Deus é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.

Como poderemos esperar que Deus nos dê a sua benção e a sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco?'

À vista de tantos acontecimentos recentes; ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc...

Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O'hare (que foi assassinada), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas Americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião.


Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas...

A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, roubar e devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. E nós concordamos com esse alguém.

Logo depois o Dr.. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto estima (o filho dele se suicidou) e nós dissemos:

'Um perito nesse assunto deve saber o que está falando'.

E então concordamos com ele.

Depois alguém disse que os professores e diretores das escolas não deveriam disciplinar nossos filhos quando se comportassem mal

Então foi decidido que nenhum professor poderia disciplinar os alunos...(há diferença entre disciplinar e tocar).

Aí, alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem.

E nós aceitamos sem ao menos questionar.

Então foi dito que deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas, quantas eles quisessem para que eles pudessem se divertir à vontade.

E nós dissemos: 'Está bem!'

Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia e uma apreciação natural do corpo feminino.

E nós dissemos:

'Está bem, isto é democracia, e eles tem o direito de ter liberdade de se expressar e fazer isso'.

Depois uma outra pessoa levou isso um passo mais adiante e publicou fotos de Crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição da internet.

Agora nós estamos nos perguntando porque nossos filhos não têm consciência e porque não sabem distinguir o bem e o mal, o certo e o errado; porque não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios...

Provavelmente, se nós analisarmos seriamente, iremos facilmente compreender: nós colhemos só aquilo que semeamos!!!

Uma menina escreveu um bilhetinho para Deus:

'Senhor, porque não salvaste aquela criança na escola?'

A resposta dele:

'Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!!!'

É triste como as pessoas simplesmente culpam a Deus e não entendem porque o mundo está indo a passos largos para o inferno.

É triste como cremos em tudo que os Jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia, ou do que a sua religião, que você diz que segue ensina.

É triste como alguém diz:

'Eu creio em Deus'.

Mas ainda assim segue a satanás, que, por sinal,também ''Crê'' em Deus.

É engraçado como somos rápidos para julgar mas não queremos ser julgados!

Como podemos enviar centenas de piadas pelo e-mail, e elas se espalham como fogo, mas, quando tentamos enviar algum e-mail falando de Deus, as pessoas têm medo de compartilhar e reenviá-los a outros!

É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na internet, mas uma discussão pública a respeito de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho.

Você mesmo pode não querer reenviar esta mensagem a muitos de sua lista de endereços porque você não tem certeza a respeito de como a receberão, ou do que pensarão a seu respeito, por lhes ter enviado. Não é verdade?

Gozado que nós nos preocupamos mais com o que as outras pessoas pensam a nosso respeito do que com o que Deus pensa...

Garanto que Ele que enxerga tudo em nosso coração está torcendo para que você, no seu livre arbítrio, envie estas palavras a outras pessoas.

Passe essa mensagem adiante, se acha que ela tem algum mérito. Se não, ignore-a... e delete-a..."

É ou não é para pensar sobre algumas das frases acima?!?!

Viva intensamente!!!

Quando for amar,

     ame o mais profundo que puder...

Quando for falar,

     fale somente o necessário...

Quando for sorrir,

    procure sorrir com os olhos também...

Quando pensar em desistir,

     lembre-se da luta que foi começar e não desista!

Quando quiser se declarar a alguém,

     faça isso sem medo do que essa pessoa pensará de você...

Quando sonhar,

     sonhe bem alto, bem longe...

Quando for partir,

     não diga "adeus". Diga que foi tudo maravilhoso!

Quando abraçar um amigo,

     abrace com carinho e lembre-se desse abraço por toda vida...

Quando precisar de ajuda,

     não se envergonhe de pedir socorro...

Quando sentir raiva de alguém,

     ore e peça luz para essa pessoa...

Quando tentar algo de novo na vida,

     tente pra valer, mude, arrisque-se. Viva intensamente...

Quando precisar de um amigo,

     lembre-se de mim.

Mais Frases

Procure sempre cobrar os seus direitos, pois, cedo ou tarde cobrarão de você os seus deveres...

O caminho para tornar-se zen é terminar as coisas começadas...

Antes de por uma barreira em tua vida, recorda o que vais deixar dentro e o que ficará fora...

O primeiro êxito não significa vitória, assim como o primeiro fracasso não significa derrota...

Pergunta-te se o que estás fazendo hoje te aproxima do lugar onde queres estar amanhã...

Amizade é ouvir o coração, não a cabeça...